Talento com recursos!

Janeiro 14, 2014 at 4:05 pm Deixe um comentário

Imagem

 

 

Nós, os Portugueses, somos dados a à simplificação da dúvida! Gostamos do dramatismo e descartamos a complexidade daí que as escolhas que sempre fazemos estejam reduzidas a duas hipóteses, regra geral antagónicas, é uma herança sociológica se assim quisermos ver!

Os Portugueses nunca decidiram eficazmente se era pior a Troika ou o Governo, para nós a arquitectura nacional é uma disputa entre o Souto Moura e o Siza Vieira e comentario politico é um “mano-a-mano” do Marcelo com o Socrates. No desporto não e diferente e se para o meu Avô a dúvida era se o Pelé era melhor que o Eusebio, para o meu Pai era saber se se Quaresma era mais fenomenal que o Ronaldo, para mim já se põe outro problema….devemos mandar o Eusebio para o Panteão como melhor futebolista de todos os tempos ou esperamos que o Ronaldo “bata a bota” e depois decidimos? 

 

Fazer o quê?…afinal todos temos orgulho de ser Portugueses e estas coisas são o reduto mais granítico da nossa nacionalidade. A indecisão simplificada é uma marca nacional, devíamos meter o Carlos Coelho a comercializar isto! Se a coisa não correr como pensamos podemos sempre (entre as duas únicas hipóteses que geralmente admitimos como boas) aplicar um desconcertante “Isso é tudo farinha do mesmo saco” ou um “Venha o diabo e escolha”, sim porque escolher para nós é matéria de “preto ou branco”, de “azeito ou vinagre”.

Meditações à parte e falando do que realmente me apetece falar neste momento o a dúvida parece ser entre o Vasco Ribeiro e o Frederico Morais. Ora eles não são nem antagónicos nem me parece que escolher um seja em detrimento do outro.

O Vasco e o Kikas são dois dos maiores talentos que Portugal já viu em qualquer desporto e o seu aparecimento no mesmo lugar e no mesmo tempo é um coincidência que pode levar o surf nacional a lugar que nunca sonhou.

No entanto, e existe sempre um “no entanto” parece-me, em contracorrente com a espuma dos dias e com os sensacionais feitos recentes do Kikas, que o Vasco Ribeiro é o mais vibrante entre os mais fortes o “primus inter pares” no sentido clássico do termo.

 

Imagem

 

Não queria entrar em comparações porque teria de desvalorizar o Frederico Morais e isso não seria útil nem agradável e para dizer a verdade não seria fácil, assim prefiro relembrar o que anda um pouco esquecido ou menos vívido nos últimos meses, o enorme talento e capacidade competitiva única do vasco Ribeiro.

 

O Surf do Vasco Ribeiro é dos mas completos que já viram em Portugal, surfa bem em ondas de bom tamanho, de backside, por dentro de tubos ou com manobras poderosas, tem um jogo aéreo dificilmente comparável em competição e seria absurdo uma pessoa como eu comentar a esse nível o que de vem faz, existem grandes treinadores e especialistas que poderão melhor dizer o que o Vasco tem como argumentos nos vários tipos de onda.

 

Mas há uma ou duas coisas que me permito comentar.

 

O Vasco Ribeiro tem para mim a qualidade mais importante num surfista de competição, e para esse efeito em qualquer atleta de competição…a capacidade de mudar o rumo, o trajecto de uma bateria! Por isso me parece ser o mais vibrante e o mais propenso ao sucesso.

 

Lembro-me antes de escrever os textos sobre os mundiais pro junior (tanto os da ISA como os profissionais) de acompanhar o trajecto do vasco durante esses eventos e ninguém até hoje se lhe compara. Nos ISA surfing games em 2011 o Vasco meteu um surf tão consistente que trazer a medalha de prata soube a muito pouco sobretudo nesse ano que algumas das selecções se encontravam no pico de maturidade. No meio de Conner Coffin, Ezequiel Lau, Keanu Asing, William Allioti, Matheus Navarro ou mesmo Ramzi Boukaim o Vasco era a estrela maior e perdeu para um Peruano qualquer numa daquelas que acontecem de vez em quando. 

 

Os heats do Vasco Ribeiro ao mais alto nível tomaram expressão ainda mais convincente numa sequência de eventos em que se sagrou campeão nacional pela primeira vez (mais jovem campeão de sempre) num circuito que teve toda a gente a 100% (Lipke, Gony, Von Rupp só para citar alguns), passou depois pela tal medalha de prata na ISA, dois eventos incríveis (World Junior Championship) em Bali e na Austrália que ficou em 5º sempre a virar heats com notas altíssimas, nessa sequência toda a gente se lembra da chagada em cima da hora e com “jet leg” directo para a primeira prova da Liga que acabou em segundo com o Kikas a vencer, ambos muitos furos acima de qualquer surfista naquele fim de semana (Saca incluído). Vitória na segunda etapa no Guincho com algumas das melhores ondas que vimos e um nível dentro de água brutal! Nova vitória no Porto, em meio metro “on-shore” e de backside e finalmente uma viagem à Africa do Sul e um estrondoso 5º lugar e uma nota 10 pontos na direita de J-Bay com sólidos dois metros e um tubo bom em qualquer evento em qualquer praia do mundo!

Estes seis meses de que falo mostraram a melhor face do Vasco, sempre composto, dominador e bem educado na comunicação com a “media” e com os fans. Senhor de bom surf em qualquer mar e em contra qualquer adversário juntando uma criatividade e um explosão que fazem dele um competidor imprevisível mas simultaneamente bem preparado e com controlo absoluto do andar do relógio e da gestão que é preciso saber fazer dentro de água.

 

Ultimamente o “Vasquinho” tem estado mais de “fora”, o ano passado foi fraco em títulos e em performances. Uma lesão menor pareceu também atrapalhar um pouco mas competidores com este talento e esta sede de vencer, gente com esta capacidade de “pegar no jogo” quando as coisas não correm bem nunca fica muito tempo afastada dos grandes palcos. Vi muitas vezes o vasco precisar de 8pts para voltar a um heat e quase sempre nessas ocasiões o seu surf e sua atitude meteram nota excelente e viraram as coisas para o seu lado, o lado dos vencedores!

 

Neste interregno é isso que vai acontecer um dia destes vamos ser surpreendidos por uma classificação que só está ao alcance dos melhores do mundo e novamente voltaremos a ter noticias regulares e entusiasmadas por todo o lado!

 

 

 

 

Entry filed under: Uncategorized. Tags: .

Haneke, coisas para ver!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Trackback this post  |  Subscribe to the comments via RSS Feed


Categorias

Blog Stats

  • 62,514 hits

%d bloggers like this: