Biografias, musicas e ideias na Musica Incidental

Julho 3, 2008 at 8:45 am 3 comentários

Desde à umas semanas estou inserido numa coisa brutal, uma corrente de mail enviada pelo Bruno José chamada Musica Incidental.

O Bruno o que faz, e faz há já 3 anos consecutivos, é muito simples biografias de bandas ou de cantores a solo, ou projectos musicais, a isso junta uma foto e um ficheiro áudio da música que entende ser mais relevante…ainda não percebi se o critério é notoriedade da musica ou se é uma questão de preferência pessoal. Como todas as coisas simples este sistema tem um encanto muito grande e como o Bruno José nunca falha, NUNCA mesmo, o que acontece é que todos os dias da semana logo pela manhã na hora de ver mails tens na caixa de correio a mensagem dele. Isto é propicio à criação de rituais e o meu é justamente abrir a mensagem e pôr o áudio a sacar, quando acaba ponho a musica a rolar e vou lendo a discografia, a biografia e até dados curiosos que vêm sempre junto. O texto nunca é demasiado grande, dois ou três parágrafos no máximo o que é bom porque não se torna maçador e ainda por cima dá para ficares a ouvir o resto da música enquanto vais vendo o resto da correspondência! Brutal, uma das simplicidades rituais mais curtidas que se podem ter!

Mas não é só isso a corrente vem aberta, em CC em vez de BCC e por isso facilmente os membros da M.I. se correspondem, seja para agradecer uma música em particular que lhes faz especial sentido naquela manhã, seja para discutir outros assuntos periféricos como por exemplo a discussão esta semana sobre a consulta publica da ERSE para o pagamento de incobráveis da EDP na factura dos clientes pagadores. Este tema teve uma coisa gira é que as pessoas da corrente sendo de quadrantes diferentes dão opiniões baseadas na sua perspectiva profissional e pessoal e teve inclusive o condão de chegar a uma funcionária da ERSE que galhardamente defendeu o regulador….incrível, giro mesmo!

São este tipo de coisas, fechadas em núcleos de gente útil que fazem a nossa geração, esta é a nossa fórmula….vontade de fazer alguma, começar a executá la e depois a magia acontece porque mais facilmente a nossa gente se afecta a ao gosto musical do Bruno ou à opinião do Nuno Rapaz do que aos anúncios publicitários da BMG ou ás crónicas de jornal dum qualquer funcionário das máquinas partidárias….a malta é assim, tá a sair da caixa a intervir de forma diferente e isso é que está a preocupar os políticos de hoje, eles aqui nestes quintais não conseguem vir fazer propaganda e isso deixa-os cada vez mais fora de jogo.

Foi nesta prespectiva que mandei o meu contributo (numa semana que o B.J. estava com dificuldades de tempo) com uma sinopse dos She Wants Revenge que, claro, já tinha sido falado antes e depois de ter a lista de todas as bandas já faladas anteriormente vi que Cazuza ainda não tinha sido abordado e fiz a sinopse que passo a citar (depois de rectificada pelo Bruno José como é evidente)

Hoje, o tema é “O Tempo Não Pára”.

De Cazuza.

O cantor brasileiro Agenor de Miranda Araújo Neto, mais conhecido como Cazuza, nasce no dia 04 de Abril de 1958, na cidade do Rio de Janeiro e cedo começa a tomar o gosto pela música devido à profissão do pai, João Araújo, produtor discográfico da editora Som Livre.

Em 1980, funda os Barão Vermelho em conjunto com Roberto Frejat, Dé, Maurício Barros e Guto Goffi e passados cinco anos, decide encetar uma carreira a solo, lançando no mercado o álbum de estreia “Exagerado”, um registo que inclui as faixas “Exagerado”, “Mal Nenhum” e “Codinome Beija-Flor”. Em Março de 1987, é a vez de chegar às lojas o segundo longa-duração, “Só Se For a Dois” e depois de uma ida aos EUA para fazer os primeiros tratamentos contra o HIV, Cazuza compõe “Ideologia”, um dos seus trabalhos mais interessantes. Em seguida, o cantor entra em digressão pelo país com a chancela artística de Ney Matogrosso e no ano imediato, surge “Cazuza ao Vivo – O Tempo Não Pára”, uma espécie de colectânea que vende 560 mil cópias e que se torna o apogeu da sua vida musical. Até falecer em consequência da sua doença (S.I.D.A.), Cazuza ainda edita o duplo álbum “Burguesia”, mas “Por Aí” já é publicado postumamente, na medida em que o cantor morre no dia 07 de Julho de 1990.

Cazuza é hoje considerado uma das grandes referências musicais brasileiras e grande parte da sua obra é reinterpretada pelos grandes ícones brasileiros do nosso tempo, desde Rita Lee a Caetano Veloso ou Cássia Eller.

Beijos,

BJ e PMC

….bem hajam!…e se quiserem fazer parte da corrente digam que eu peço para incluir o vosso mail!

Entry filed under: art_attack, escrever por escrever, eu...e os dois leitores do blog!!, posts do curto-te_bué. Tags: , , , .

A esquerda portuguesa…morte e ressureição! 1 ano em casa!!

3 comentários Add your own

  • 1. belicha  |  Julho 3, 2008 às 4:23 pm

    Há muito tempo que não visitava o teu blog, é sempre um prazer.

    Mais uma vez parabéns pelo Tomáz, é um bébe lindo. E realmente a vida às vezes faz-nos ver o que é realmente importante.

    O meu amigo Vasco já anda em novas aventuras africanas, dá um look ao site dele – http://comida-no-prato.blogspot.com/

    Acresenta o meu nome na corrente musical – belichacarvalho@gmail.com

    bjs

    Responder
  • 2. pedromoraiscardoso  |  Julho 4, 2008 às 9:49 am

    Oi bélix!

    Obrigado pelo link do Vasco, há já algum tempo que queria revisitar noticias dele.

    Já mandei o teu mail para a M.I.

    Bjocas.

    Responder
  • 3. maria  |  Julho 5, 2008 às 1:14 pm

    Cazuza, a grande paixão de Ney Matogrosso, o sessentinha que não pára de surpreender e bem…

    Pode juntar-me à corrente, o mail está por aí.

    Obrigada.

    Responder

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Trackback this post  |  Subscribe to the comments via RSS Feed


Categorias

Blog Stats

  • 62,514 hits

%d bloggers like this: