Carlos Coelho e os porquês da Portugalidade!

Junho 17, 2008 at 10:24 am 9 comentários

Apanhei ontem em fim de debate o “prós e contras” que tratava o tema da selecção sobre a perspectiva de se seria uma alienação nacional ou por outro lado um factor de união!

…ora bem!…nem me parece um caso para discussão pois é óbvio que é um pouco das duas coisas, ainda assim lá montaram um paínel de ilustres para falar sobre o assunto e eu que à partida não gosto do formato, até fiquei a ver porque lá se encontrava o Carlos Coelho!

Para quem não sabe o Carlos Coelho é o gajo da brandia, assim mesmo…o gajo!….da brandia!…é assim que se conhece um tipo destes. Depois de vender a brandia, que é uma agência de publicidade abriu outra e agora é o gajo do “allgarve”….desceu de categoria, era o gajo da agência e agora é o gajo da marca!

A minha opinião sobre publicitários não é novidade para ninguém, sempre achei que os publicitários são uns fura vidas, a maneira de pensar desta gente tem de ser necessariamente superficial!…é uma condição necessária ao bom desempenho das suas funções. Um publicitário é um vendedor com tiques de artista e todas as profissões associadas ao ramo são execráveis! Os criativos das agências acham-se verdadeiros artistas, pensam até que aquilo que fazem se aproxima muito à arte…não se compreende porquê! De facto o que fazem tem como objectivo vender mais qualquer coisa, pouco tem de expressão artistica. As tipas das agências, as accounts são de chorar, não conseguem alinhar duas ideias consecutivas e nas mais das vezes não passam de estafetas de luxo que levam as ideias, em Kapaline, aos clientes.

Já o Carlos Coelho pertence aquele tipo de gente que vinda do meio publicitário acha que as suas opiniões são a resolução dos males do país, são verdadeiros messias que se acham com o toque de midas por via da veiculação de meia dúzia de lugares comuns em tudo quanto é formato que se leia ou se veja!…este senhor acredita ( e isto é que acho perigoso) piamente, maquinalmente que os Portugueses precisam de ser ensinados a amar Portugal e que isso só por si move forças incriveis na economia, na saude e na educação que podem mudar a face dum país!…não precisamos de líderes nem de bons programas de governos, precisamos tão somente de um bom psicólogo e da teoria da “lei da atracção” que vem no livro “O Segredo”.

Estas “allarvidades”(ora aí está uma derivação interessante para publicitário) ditas em monólogo, numa qualquer prelecção das muitas que este senhor faz cobrando este mundo e o outro até pode fazer algum sentido, mas assim que lhe é possível fazer contraditório caí o castelo de cartas por água abaixo. Nós os Portugueses somos a soma de todas as individualidades e não andamos por cá fazendo de claque ao gosto dos publicitários, fazer nos crer que devemos achar que tudo o que é português é bom é uma enormidade demasiado bacoca para sair da boca de alguém com dois dedos de testa! Na realidade parece que o senhor Carlos Coelho quer inventar mais um lugar comum, quer nos fazer acreditar que o Sasal Garcia é um bom vinho porque os Japoneses o compram….ora caro amigo, se tudo o que se vende muito fosse bom o senhor não tinha emprego!!

É claro assim que lhe começam a explicar que não é por sermos “Plangloss” que Portugal se torna o melhor dos mundos possíveis, o publicitário fica em palpos de aranha e “elasse” começa a ficar desiludido com o debate, não sabíamos nós (convidados, publico e espectadores) que nos tínhamos reunido para agradar ao caro amigo! Tivessem nos dito e estaríamos todos como meninos e meninas dos cursos medíocres que arregimentam as enormes fileiras de quem quer fugir à matemática e acaba a ouvi-lo meditar nas vantagens de tão ilustre profissão! Ora desiludido o Carlos Coelho faz o quê?…faz justamente o que qualquer Português faz….diz mal de Portugal!…diz pois aquilo que crítica nos outros e consegue fazê-lo num mesmo raciocínio!! É superficial demais mas é verdade….senão repare-se! O tipo diz tão somente uma coisa parecida com isto, pelo menos usando esta lógica….nós temos obrigação de dizer bem de tudo quanto é Português (por causa duma qualquer justificação superficial que agora não me lembro), e como não o fazemos somos uma desgraça!…ora acabamos no principio visto que se dissermos que o que é Português é mau e por isso somos uma desgraça estaremos a dizer todos uma só coisas!….ou seja este senhor pretende fazernos perder tempo com este tipo de superficialidades!….completamente iludido acerca de si, pensa que os constantes monologos e frases feitas têm de facto conteúdo politico e relevante interesse para o País e choca-se quando um qualquer Português lhe faz ver que não passa de um diligente, competente, brilhante até….vendedor de sabonetes!!!

Anúncios

Entry filed under: Desabafos, eu...e os dois leitores do blog!!, Jornadas e descaminhos, posts da tuga. Tags: , , .

Naceu o meu puto Tomás! Ricardo…obrigado por nada!

9 comentários Add your own

  • 1. José Teófilo Duarte  |  Junho 25, 2008 às 11:35 am

    Neste momento ainda estou a aplaudir de pé.
    Esta sua interpretação da criatura é notável.
    Parabéns pelo post e pelo blogue.

    Responder
  • 2. ngoi salucombo  |  Julho 29, 2008 às 3:41 pm

    cá para os meus amigos de profissão, ele é o gajo do BIC!!!

    abraço

    Responder
  • 3. Sérgio Trigo  |  Maio 10, 2011 às 12:45 am

    Ainda hoje o vi no Prós e Contras a dar um puxão de orelhas aos políticos e que grande foi! É um gajo que diz as verdades!

    Foi aplaudido diversas vezes pela simplicidade e assertividade como colocou a verdade e o âmago das coisas no centro do debate.

    Devíamos ter mais 10 como ele! 😉

    Dor de cotovelo e inveja são coisas lixadas para quem as tem.

    Responder
    • 4. pedromoraiscardoso  |  Maio 10, 2011 às 9:22 am

      Caro amigo;

      Isso da dor de cotovelo e tal, confesse que não é grande argumento e não favorece ninguém! Quanto ao resto, todas as opiniões são válidas, a sua é bem vinda naturalmente!

      Bem haja

      Responder
  • 5. Paulo  |  Maio 10, 2011 às 1:44 pm

    Pois eu concordei e gostei de ouvir o Carlos Coelho.
    De facto neste momento os partidos estão demasiados próximos de produtos que têm de ser publicitados que é para que alguém os compre (neste caso vote).
    Como em qualquer publicidade apenas dizem o que lhes interessa fazendo com que as pessoas votem em meias verdades.

    Responder
  • 6. Francisco  |  Maio 10, 2012 às 6:10 pm

    Você nem sabe do que esta a falar, Carlos Coelho não vendeu a brandia.
    Nos pros e contras ele foi “acessível” nas palavras usadas para o povo perceber pelos visto você para perceber precisa que lhe falem como se tivesse 5 anos.
    Ele e conhecido pelo seu trabalho que fez durante 25 anos a estruturar e a criar marcas que ganharam premios internacionais, não e publicitário. Carlos coelho e uma pessoa com inteligência que você não tem pois se a tivesse teria feito uma pesquisa para ter os factos correctos. Escreveu livros, conferencia em Portugal, Angola, Nova York etc… e pagam-lhe por isso, escreveu estudos, criou manuais de regras etc…
    Agora diga-me que fez você por Portugal ultimamente?

    Ps. (a marca “Allgarve” não e dele e ele já a criticou 😉 )

    Responder
    • 7. pedromoraiscardoso  |  Maio 23, 2012 às 10:15 am

      Está sentado?…pode esperar, neste espaço o direito ao contraditório está satisfeito pela aprovação deste seu comentário!

      Quanto à minha opinião sobre o Carlos Coelho, ela não só não tem vindo a mudar como se tem vindo a acentuar!

      Também não encontro argumentos nenhuns seus que me façam pensar de outra maneira….vejo mais vacuidade, novamente superficialidade, uma pitada de vaidade e, claro, como na defesa de todos os “messias”, um chorrilho inconsistente de elogios.

      Escrever livros, fazer marcas como diz…pensei que fosse uma actividade altamente lucrativa e em beneficio próprio. Se reparar bem eu até considero o Carlos Coelho na última linha como um diligente, competente, brilhante até….vendedor de sabonetes!!!

      A si estimado não creio ter ouvido falar nunca! Não o conheço e não tenho opinião formada naturalmente….mas estou em crer, como optimista moderado que sou, que seja um cidadão que faz pelo seu País pelo menos tanto quanto eu!

      Percebo que para si fazer alguma coisa pelo País é necessariamente diferente daquilo que me move….mas estou certo que já terá aparecido na TV, escrito um artigo para a Briefing ou ganho um Leão em Cannes numa categoria dessas que vocês dão valor….senão o fez estou certo que o fará e o Portugal que é agradece-lhe com certeza com um aumento do budget para a nova campanha e para os seus mac´s e Ipods…..quem sabe talvez escreva um livro, um que se Leya!

      Grande abraço e obrigado pela correcção de algum erro ortográfico que me tenha escapado….a utilidade é uma coisa que me interessa!

      Responder
  • 8. Francisco  |  Maio 10, 2012 às 6:15 pm

    E já agora “Sasal Garcia” e simplesmente brilhante.

    Responder
  • 9. francisco  |  Maio 11, 2012 às 1:26 pm

    Ainda estou a espera de uma resposta pouco eloquente e incompetente da sua parte.

    Responder

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Trackback this post  |  Subscribe to the comments via RSS Feed


Categorias

Blog Stats

  • 64,382 hits

%d bloggers like this: