A ponta do iceberg.

Maio 9, 2008 at 8:56 pm Deixe um comentário

Um homem invadiu ontem o tribunal de Gaia com uma pistola de alarme e desatou a ameaçar os funcionários e juizes que apanhou pela frente numa febre que faz lembrar mais a alma russa que os brandos costumes de Portugal.

Ora este homem não estava sozinho quando entrou, este homem é o resultado da expressão duma vontade colectiva cada vez mais volumosa e audível, a vontade dos papás portugueses humilhados pela legislação relativa à família! Este homem não é um parvalhão isolado mas uma gigantesca massa critica que vive calada numa rede imensa de cretinice, misturada com visões matriarcais do nucleo familiar e duma provinciana catolicidade que carece de revisão a bem sanidade do modo vida cosmopolita e civilizado que já estamos capazes de usufruir!

As leis devem acompanhar os tempos e nos tempos em que se facilita o divorcio, se despenaliza a desagregação do nucleo familiar, se admite formatos de economia fiscal comum para situações atipicas de agregado familiar a lei que rege a parentalidade é grotesca, os tribunais são insonsos e os juizes nas mais das vezes insapientes. Lidar com isto é necessário, urgente e imperetrivél.

A comunicação social também deve rever a qualidade com aborda este tipo de tema e olhar para um caso desta natureza e escolher o ângulo da segurança precária dos tribunais parece-me não só insuficiente mas sobretudo idiota. Este é um caso limite dum assunto em que a segurança não tida nem achada! Este é um caso justiça não é um caso de policia.

Este estado de coisas TEM de acabar, o poder paternal não pode ser uma coutada das mulheres e a igualdade géneros pode também começar aqui….nos deveres de igualdade, não só nos direitos! As crianças devem ser a única razão da interferência da magistratura e da legislação, o primeiro direito delas tem de ser o direito a beneficiar da influência dos dois projenitores e o único critério para defender este principio é a capacidade que o titular do poder paternal tem de dar condições ao outro projenitor de exercer o seu dever/direito de proximidade com a criança!….porque é que ninguém (excepto nós os papás) vê esta evidência?

Mário Teixeira….voçê não está sozinho!…..como alguém dizia noutros tempos, noutras celas, perante outras injustiças…”coragem camarada!”

Entry filed under: escrever por escrever, eu...e os dois leitores do blog!!, posts da tuga. Tags: , , , .

…a verdadeira natureza do amor! Angola e os suspeitos do costume!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Trackback this post  |  Subscribe to the comments via RSS Feed


Categorias

Blog Stats

  • 62,514 hits

%d bloggers like this: