Javier Solana – O canto do cisne de uma geração verdadeiramente rasca!

Março 25, 2008 at 2:52 pm Deixe um comentário

Caro Xavier;

Estive de volta da última edição do expresso (15 Março) e reparei que lhe deram tempo de antena para expressar as suas preocupações em relação aos “…riscos de conflito provocados pela mudança do clima”.

Escreve naquela infeliz crónica na qualidade de alto representante da união europeia para a politica externa e segurança comum…que na sua leitura equivale a dizer….embaixador do rearmamento militar e da reconstrução da europa como potência  bélica, isto no melhor interesse dos países deste projecto.

O senhor deixe-me que lhe diga uma coisa….existem duas coisas que me chateiam em si. A primeira é ser Espanhol, enfim são horas más que as pessoas têm e a segunda é ter um epíteto que não se entende, ora não é alto de forma nenhuma que se olhe para si e depois não representante de coisa alguma pois que não foi eleito e assim não tem a legitimidade do sufrágio universal para representar os povos da Europa perante os outros povos do mundo…..muito menos em matérias tão sensiveis como a política externa.

Posto isto digo-lhe então como a pessoa a quem você terá de entregar o mundo em breve que pare de dizer os disparates e de fazer as asneiras que nos conduziram ao cenário catastrófico que o senhor descreve. O senhor começa por dizer uma coisa óbvia  que é o facto de as alterações climáticas estarem a criar graves crises humanitárias e desafios ambientais, para logo de seguida dizer uma coisa monstruosa e muito ardilosa….como de resto é timbre da sua geração política que felizmente cada vez mais vai defunta. O que diz então é esta coisa medonha!….”As alterações climáticas são geradoras de graves riscos políticos e de segurança, que afectam directamente os interesses dos europeus”….quais europeus?…..está a falar de mim?….ou de todos os europeus?….se calhar está a falar das nações europeias?….ou talvez só de algumas?…enfim não se sabe e o senhor não cuida de explicar, porque isto de  praticar esta lógica de medo, este terror que os senhores pensam que serve para alguma coisa…..esta prática funciona se não explicarmos bem o que queremos dizer e assim começa então com esta ameaça um texto verdadeiramente ridículo.

Em todos os parágrafos existem pelo menos uma destas palavras, ameaça, conflito, riscos ou segurança e na maior parte deles existem todas em harmoniosa convivência. Esta forma de falar ás pessoas deixou de servir caro xavier, deixou de servir quando os senhores finalmente deixaram transbordar o copo com a gota de água que foi a invasão do Iraque, depois daquela mentira das armas nucleares e da desfaçatez daquilo tudo os senhores cairam em descrédito total perante a minha geração e agora não vos resta mais que tentarem sair do poder o mais tarde possível, sendo que cada vez mais se nota a vossa falta de adequação aos novos interesses colectivos e às novas preocupações individuais.

O senhor pretende naquele texto infame defender uma receita já esgotada para um problema ainda a despontar e cuja lógica de resolução terá necessáriamente de ser diferente daquela que os senhores em tempos usaram para acabar com a disputa de ideias….o senhor acredite numa coisa, esta geração que aqui está não acredita nessa forma…..o recurso á violência seja ela de que forma se revestir é uma coisa desusada, não resolve coisa alguma desde que se descobriu que podemos ter todos uma forma inimaginavel se recorrer-mos a tecnologia de destruição.

Pretende o meu caro amigo então que a Europa lidere o processo de globalização, na frente que diz respeito ás questões climáticas através do reforço da capacidade de intervenção europeia na resolução e prevenção de conflitos “…dentro de cada país e entre países”….suponho que veja “…o aumento das capacidades da UE em todos os aspectos, desde a vigilância e o alerta precoce até á prevenção de conflitos…..mobilizando para tal os recursos financeiros necessários”, como forma de resposta às tais crises humanitárias e aos desafios ambientais!…..pois é disto que nós não queremos.

Não queremos que a resposta aos imigrantes ambientais seja uma resposta bélica, ela não serve….os muros de que os senhores mandaram construir para se afastarem das pessoas que partilham de aspirações diferentes das vossas não servem para nós…..não construa campos de concentração no sul de espanha meu caro amigo, nem no Norte de frança, não peça dinheiro aos países ricos da nossa europa para montar um exercito que ponha e deponha lideres em Àfrica ao sabor da sua vontade….é que o senhor até percebe de onde podem vir esses conflitos, como por exemplo de complexidades ambientais, o que o senhor não sabe e não pode continuar a fazer é a dar a mesma resposta de sempre…..nós os Europeus consideramos isso uma bestialidade própria de quem durante muito tempo não soube ver o problema…..fosse ele ideológico….que os senhores chamavam político, fosse ele religioso…..que os senhores chamavam de étnico…..fosse ele o que fosse, os senhores deram sempre a mesma resposta, Bélica e impositiva e sempre com o mesma base de argumentação, o medo por um lado e a superior defesa dos nossos interesses por outro.

Acredite-me caro amigo que a malta por cá já não vê isso dessa forma, os problemas de hoje requerem soluções diferentes, pessoas diferentes e na mesma a defenderem os interesses de sempre, é só mudar o registo….isso de usar a força já deu o que tinha a dar….a destruição de grande parte dos recursos do planeta, fome, guerra e injustiça social entre os tais povos do mundo. Hoje nós queremos ver a Europa ganhar ascendente no mundo sim….queremos vê-lo daí para fora e que o seu sucessor seja o portador da mensagem Europeia de bom senso, do enorme capital moral que ainda temos por não resolvermos as coisas à paulada como os amigos americanos, queremos uma europa cooperante e suficientemente capaz de ver nos problemas a sua verdadeira dimensão e causa, trabalhar para resolvê-los no melhor interesse de todos e da maneira mais adequada, mais definitiva que é sempre aquela que é genuína……sem lirismo e defendendo sempre os interesses dos europeu, os interesses económicos incluidos, mas resolver de facto as coisas, com competência e não à trouxe mouxe, por imposição…à lei da bala como os senhores fizeram durante décadas.

Assim me despeço de si….esperando a sua carta de demissão o mais breve possivel!

Melhores Cumprimentos

Pedro Morais Cardoso

Entry filed under: Desabafos, escrever por escrever, eu...e os dois leitores do blog!!, posts azedos. Tags: .

The Lovebirds…..até que enfim!! O tempo não pára!!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Trackback this post  |  Subscribe to the comments via RSS Feed


Categorias

Blog Stats

  • 62,514 hits

%d bloggers like this: