DocLisboa – Vento Norte 2

Outubro 24, 2007 at 10:18 pm Deixe um comentário

doclisboa.png

…continuação do nº1

Depois de sair dessa sessão fantástica que me chegou da Noruega entrei de imediato na mesma sala para o segundo filme que dizia a sinopse ser sobre um jovem à procura do Pai. De resto alerto aqui para a reduzida informação que divulgam (os organizadores do evento) e por vezes da sua falta de rigor!

dogvilleconftg0.jpg

Este jovem é só…..repare-se….o realizador do Dogville Confessions e esta é a sua primeira obra (Family, de 2001). Pois eu tinha já visto o Dogville Confessions, ainda antes do próprio filme e fiquei delirante, é uma obra cheia de coisas interessantes um documentário no melhor estilo “cinema veritá”. Sami Saif em 2001, ou seja 3 anos antes, realiza este “Family” na tentativa de resolver um problema consigo mesmo….a raiva que tem ao Pai.

family.jpg

Ao que parece o Pai desaparece numa altura em que ele era ainda miúdo, daí que poucas ou nenhumas recordações tenha disso. Na falta de certezas todos temos duvidas e o Sami não me parece suficientemente diferente para fugir da natureza humana e assim depois da morte do irmão, por suicídio, a vontade de não estar sozinho no mundo (a mãe havia morrido uns anos antes) suscita-lhe vontade de conhecer o Pai. Isto parece natural porém deve ser altamente ambíguo este sentimento porque presume-se que ele culpabiliza o pai de muitas coisas e simultâneamente tem de ser portador de noticias péssimas para o que é sempre desconcertante para o mensageiro. Ao mesmo tempo que ao conhecê-lo se desenrola o processo de desenvolver alguma intimidade e isto tudo é aquilo que ele está prestes a despoletar….em frente de uma câmara!

Tudo isto é tão mais interessante (para mim) pelo facto de Sami ser de ascendência árabe. Eu tenho um grande interesse pelos árabes e pelas relações inter pessoais dessa civilização pois sempre me pareceu que elas apesar de muito diferentes dos estereótipos a que estamos habituados, sobretudo da moralidade (duvidosa) que temos, apesar disso sempre achei que eles, se relacionam duma forma muito humana, as relações das pessoas no mundo árabe são muitíssimo estreitas e reais, muito embora aos nossos olhos, vistas pelas regras que temos no que dia respeito aos direitos humanos, direitos da criança e da emancipação da mulher, direitos de igualdade e liberdade, aos olhos que viram estes princípios, os definiram e limitaram é claro que aquelas relações são infractores de direitos básicos consagrados. Não obstante é razão suficiente para que o filme ganha-se interesse acrescido pois aquele rapaz tinha mais um problema (ou solução) que era o choque de cultura e o ajuste necessário para conhecer a família.

Posto isto o que é que sucede?!?….ora bem na Dinamarca os tipos controlam tudo e assim ele foi à câmara municipal saber sobre o Pai. Facultaram-lhe a informação de tinha saido para o Iémen e o Sami não faz mais nada….liga para a PT lá do sitio, para as informações do Iemen….é simples(mente) genial. Numa sucessão de telefonemas chega a falar com um irmão do Pai e depois com um primo e novamente com o Tio numa espiral vertiginosa de sentimentos. Acaba por combinar com o Tio ir visitá-lo, e vai mesmo!

family1_lead.jpg

Em lá chegando encontra-se com o tal Tio, uma pessoa calmíssima que lhe pergunta o que é que ele quer do Pai e o que pretende com a visita, explica-lhe o mínimo que consegue e fala-lhe da família, sobretudo dos irmãos. Termina aquela conversa com um raciocínio ternurento e muito sábio sobre a descoberta que o Sami tem pela frente e o prazer que isso lhe pode dar se ele estiver com as intenções certas e sobretudo do direito que ele tem de descobrir ele mesmo a verdade sobre a sua familia, justificando assim não lhe dizer mais nada além das informações essenciais. Deixa no entanto claro como água que iria interceder junto do Pai de Sami. Era qualquer coisa deste género que eu esperava, fiquei encantado com aquele saber milenar e aquela verdade com eles (árabes) se relacionam!

O melhor do filme é mesmo o que se segue….a descoberta do irmão mais velho que é um personagem brutal!!….um cantor de musica popular, pessoa calma, genuína, boa pessoa! Mesmo boa pessoa e, claro, aquela proximidade imediata…aquela maneira de ser família , aquela ausência de desconforto e do outro lado, do lado de Sami, tudo isso presente pese embora as intenções genuínas. A melhor cena do filme é a reacção do irmão mais velho de Sami quando lhe conta a forma como o irmão se suicidara….o homem desata a chorar convulsivamente e pede perdão duma forma tão sincera que até eu lhe perdoei! …” a responsabilidade é minha, perdoa-me!…eu sou o mais velho, se estivéssemos juntos talvez eu pudesse ter….” é incrível! O gajo nunca tinha visto aquele irmão morto pelo nó cego da corda com que enforcou e pede perdão por não tê-lo salvo?!?

Este irmão ajuda mesmo o seu “mais novo” a ajustar a raiva que tem do Pai, explica-lhe tudo, conta-lhe as coisas e fala sobre o egoísmo, a vaidade, o desapego que caracteriza o abandono dos filhos, ele incluído. Fala disto sem raiva, parando sempre para ouvir o irmão, sabendo sempre que não é ele que está em questão e esse auxilio, esta maneira impar daquele povo, personificado pelo irmão mais velho de Sami, é o que de melhor podiam fazer pelo rapaz, que vai assim ajustando os seus sentimentos num ambiente verdadeiramente intimo sem maneirismos e sem rodeios, sempre com uma palavra sábia e um ouvido justo ao seu lado.

9470089_2.jpg

Não conhece o Pai nesta aventura e esse é precisamente o final inesperado que nos oferece, o telefonema que recebe já na Dinamarca desse Pai que conhecia já, nunca tendo olhado nos seus olhos……BRUTAL!!

Parabéns Sami….pelos dois filmes que já vi, certamente teremos aqui um grande realizador nos próximos anos, literalmente A NÃO PERDER!!

Entry filed under: Uncategorized. Tags: .

DocLisboa – Vento Norte Protomembrana!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Trackback this post  |  Subscribe to the comments via RSS Feed


Categorias

Blog Stats

  • 62,514 hits

%d bloggers like this: