às voltas com a arte e os ofícios!! – 3

Agosto 13, 2007 at 8:30 pm Deixe um comentário

painters2.jpg

continuação deste aqui  – às voltas com a arte e os ofícios!! – 2

” Ontem parecia-me enorme, estava majestoso! Não parecia tão humilde!”…..será que lhe ocorreu coisa assim? Talvez sim talvez não….mas eu consigo imaginar essa monet de moleskine na mão a contemplar aquela duvida em forma de barco e a desenhar uns esquiços a perceber que tipo de perspectiva e de posição é lhe transmitiu uma sensação tão equivoca!

ZÁS…TRÁS!!!

Óbvio!…não foi nada senão a côr! Ontem naquela luz doirada de fim de tarde o mesmo barco saltava destacado da margem do rio….as lages do ancoradouro e a água espelhada do rio matizavam apenas numa alteração de tom amarelo ouro e por cima daquilo, vermelhava a lista superior da embarcação numa festa de cor contrastante com o azulissimo fundo do barco que entrava então naquela água de ouro, no horizonte já escurecido apenas se via o recorte de casas ribeirinhas e edifícios indistinguíveis pois que a luz ali não batendo já, fazendo-se sombra não roubava destaque algum aquele triunfal “navio”!!!

…Claro!! Era isso mesmo ontem a cor naquelas mesmas coisas fazia delas coisas diferentes das que via Monet naquela manhã de nevoeiro, naquela modorra meio adormecida embalada pelo nascer de um sol que não brilhava, era antes uma bola tímida e difusa que ia alaranjando o que podia…..de resto, sem luz a incidir fortemente tudo ia acinzentado….meio desmaiado e todos os elementos que distavam mais de dois metros do pintor perdiam definição, embrenhavam-se com a neblina e sem estarem perfeitamente focados e colorizados pelo sol….pareciam mais longínquos e assim também mais distantes!!!….e pois claro….mais pequenos!

….é assim que eu visualizo isto!!…e penso depois então naquele monet que descrevi atrás no meio de telas, empurrado por uma duvida, completamente excitado pela descoberta de que as coisas são aparentes e que a cor que elas reflectem faz com a nossa percepção mude e esse cambio….essa transformação deve ser captável em tela.

Tá a ver Maria?…acha que estas coisas podem ser assim simples?!?…sem estar a pensar em mudar coisas alguma consegue pois um curioso com oficio em artes fazer andar o mundo!!…é o que eu acho que acontece….mas acho que o Monet pode ter ido mais longe e foi…ora repare lá nesta patetice que a minha imaginação consegue fabricar!

…aquela primeira asserção, aquele primeiro prazer de experimentar…..de dar resposta ao facto de a côr mudar as coisas certamente esbarrou na simplicidade da lógica que lhe está inerente…..quase que aposto em como depois de várias telas iguais, com elementos disposto da mesma forma, exactamente com a mesmas dimensões….variando apenas a coloração Monet conseguiu reproduzir aquilo que lhe passava pela cabeça naquela manhã….mas ainda não chegara exactamente onde deveria…faltava juntar uma pequena questão a isto…a ausência de luz!….a inexistência de objectos num plano visual quando não existe luz!…ora ai está uma coisa curiosa para nos dedicarmos a pensar dois minutos!…..se luz a incidir num plano é que faz com existam objectos e depois deles lá estarem variam de forma, dimensão, distância e etc conforme a luz existente…..então na realidade…..num plano visual….não existem coisas!!….não estão presentes objectos ou pessoas ou o que quer que seja….não existe nada para além……de cor!!!

Isto é um disparate com algum sentido….isto quer dizer que desenhar os limites de um barco, por exemplo, e depois preencher aquele desenho de carvão com cores é um disparate….na realidade aquilo é um plano!….bi-dimensional e o que faz sentido é que uma cor faça terminar a outra e por vezes até se fundam os limites onde isso se passa!…..não lhe parece?!? A mim parece!

Mas não creio que depois de várias experiências nesta pista alguém ficasse completamente satisfeito….pois repare-se!…embora já tenha saido da habitual reprodução de retratos burgueses generosos para a figura do comprador, andando já muito longe da pintura clássica mitológica e outras que tais….o caminho não está claro….não está nenhum quadro daquelas experiências suficientemente sólido, denso, concretizado….falta-lhes profundidade!!…é isso!….falta o elemento agregador….veja só….tudo bem que se percebe bem a importância da cor para destacar elementos, para condicionar a atenção….entende-se igualmente que a aplicação daqueles novos materiais, das tintas a pincéis e telas, de maneira a que o traço de cor pela mão do artificie seja a determinação única para a existência de elementos visuais presentes!….isto já se percebe mas e então?!?….aquilo serve exactamente para quê?….para desenhar?…desenhar de maneira diferente?….para mostrar que existem soluções diferentes das habituais….que é possível fazer melhor fazendo ao contrário dos antigos mestres artífices de pintura?!?….parece-me pouco….mesmo sabendo que parece aos olhos de muitos um fim maior que a própria vida!!

….parece-me que terminaremos no próximo.

Entry filed under: escrever por escrever, eu...e os dois leitores do blog!!, Jornadas e descaminhos. Tags: .

is there any body out there?!? às voltas com a arte e os ofícios!! – 4

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Trackback this post  |  Subscribe to the comments via RSS Feed


Categorias

Blog Stats

  • 62,514 hits

%d bloggers like this: