“conversas por Maria” 1 – As raças e as pessoas!

Junho 21, 2007 at 3:52 pm 24 comentários

misturas.jpg

A Maria deixou mais um mote para conversar e lá fui eu aos tropeções de ignorância buscar uns papeís com notas antigas, um dicionário, e curiosidade de saber que raio de critério é que é usado para definir uma categoria racial!!

Confesso que antes de vir para áfrica pensava que a humanidade podia ser dividida em Pretos, Brancos, Amarelos e Outros!

Depois de passar umas horas em roda dos livros acabei por saber que tinha razão…é por isso que muita gente não estuda, acha que só vai perder tempo a saber porque é que tem razão nas coisas que diz…..mas enfim, eu não gosto de falar barato!!

estudos-livros.jpg

Assim que cá cheguei dei com uma outra numerosa raça….os mulatos! Ora Mulato é uma palavra que já vem de longe e os Árabes na ocupação Ibérica tratavam os não-arabes por “mulawad”…julga-se que vem daí a palavra. Entre nós é fácil perceber a associação de mulato com mula e mulas são paridas pelo cruzamento entre cavalos e burros e então temos que esta associação é geradora do preconceito inútil que está na base da diferenciação étnica em África! Senão vejamos…

Desde logo o Cavalo é coisa fina e o burro é coisa inútil e assim pensasse por associação incompreenssivel que o branco é um cavalo e o preto é um burro!…pois é, assim escrito é que se vê a idiotice e a inadmissibilidade disto!

Depois, com base nesta associação ranhosa, nós vamos basear os conceitos seguintes….ora se cruzarmos duas espécies destas (Cavalos e Burros) certamente o que sair daí terá um pouco das duas….não é tão bom como o cavalito e não é tão mau como o burro. E assim são vistos o mulatos em Angola….é incrivelmente primário o rusticismo a que nos prestamos!

Eu ainda hoje acho a diferenciação uma coisa obtusa, como seria estranho a distinção de vários tipos de brancos lá na europa….e ter branco, branquinho e branquissímo como distinção a que desse importância ou sequer….utilidade!

…como desconfio um bocado disto. Vai daí e vou ao dicionário!

Raças (Priberam)

a primeira e maior divisão do género humano;conjunto de indivíduos que conservam, entre si, por hereditariedade, caracteres psicofísicos semelhantes;conjunto dos ascendentes e dos descendentes de uma família, de um povo;


…e depois fui pesquisar na Wikipidea o conceito e dei com isto

“Raças” humanas

O conceito de raças humanas foi usado pelos regimes coloniais e pelo apartheid (na África do Sul), para perpetuar a submissão dos colonizados (ou da maioria negra, mas sem recursos); actualmente, só nos Estados Unidos se usa uma classificação da sua população em raças, alegadamente para proteger os direitos das minorias.

A definição de raças humanas é principalmente uma classificação de ordem social, onde a cor da pele e origem social ganham, graças a uma cultura racista, sentidos, valores e significados distintos. As diferenças mais comuns referem-se à cor de pele, tipo de cabelo, conformação facial e cranial, ancestralidade e, em elgumas culturas, genética. O conceito de raça humana não se confunde com o de sub-espécie e com o de variedade, aplicados a outros seres vivos que não o homem. Por seu caráter controverso (seu impacto na identidade social e política), o conceito de raça é questionado por alguns estudiosos como construto social; entre os biológos, é um conceito com certo descrédito por não se conformar a normas taxonômicas aceites.

Algumas vezes utiliza-se o termo raça para identificar um grupo cultural ou étnico-lingüístico, sem quaisquer relações com um padrão biológico. Nesse caso pode-se preferir o uso de termos como população, etnia, ou mesmo cultura.

…e tirei assim uma dúvida pertinente que se prendia com o facto de este tipo de divisão ter um caracter técnico ou um fundamento cientifico, um qualquer género de interpretação acadamémica….uma justicação qualquer!!

…dei com esta definição de espécies dentro da raça humana quando li mais e melhor.

Mongolóide: povos do leste e sudeste asiático, Oceania (malaios e polinésios) e continente americano (esquimós e ameríndios).
Caucasóide: povos de todo o continente europeu, norte da África e parte do continente asiático (sobretudo o Oriente Médio).
Negróide: povos da África Subsaariana.

…lá estão as raças que na minha ignorância esxistiam….os amarelos, brancos e pretos ….faltavem os outros

Australóide: sul da Índia (drávidas), negritos das Ilhas Andaman (Oceano Índico), negritos das Filipinas, aborígenes de Papua-Nova Guiné, aborígenes da Austrália e povos melanésios da Oceania.
Capóide: tribos Khoisan (extremo sul do continente africano).

Então é assim que académicamente se diferencia um ser humano de outro, se agrupa e se classifica….faltava-me saber o mais interessante…..os critérios de admissibilidade nos diversos grupos.

As três grandes linhagens da raça humana mongoloides, caucasoides e negroides

mongoloides.jpg caucasicomolde.jpg negroidetipo.jpg

Na realidade conseque-se perceber algumas diferenças…

mongoloidescaveira.jpg caucasicocaveira.jpg negroidecaveira.jpg

…aqui é que já não consigo ver grande diferença!!

 

….procurei e dei com vários tipos de abordagem e todos eles técnicos, com definições baseadas em critérios de côr da derme, diâmetro do crâneo, morfologia, estatura, configuração facial e etc….existe quem ache que os fluxos migratórios são até o melhor factor de diferenciação, parece parvoice para nós, mas é que esta gente apenas faz a distinção para poder estudar!!

…enfim o critério eminentemente técnico provém do estudo das espécies e seu desenvolvimento, das disciplinas como a biologia e a antropologia.

Fiquei a saber mais….nada mau!

….quanto à nossa analogia dos mulatos!…ora técnicamente o cavalo é um mamifero hipomorfo não é um caucasoíde e o burro não é negroíde é um mamifero perissodálito e técnicamente também não podem ser classificados como melhores ou piores, isso não se sabe…ou melhor, não é factor sequer importante ou válido para os diferenciar…..o facto de alguém se debruçar sobre isso é em si um exercicio de opinião, um campo de dissertação e especulação talvez….é o dominio da filosofia, da politica, das humanidades portanto!!

…ora se nem para as restantes espécies do planeta se faz divisão ou analise de capacidade fisica e psicológica por não ser possivel…se não podemosl estabelecer termos!…termos de comparação estatistica e matemática, de validação, de estudo e relacionar dados…se nunca foram definidos critérios formais em convenções de gente sábia!….que raio de associaciação fazemos nós para atribuirmos ás espécies humanas certos graus de qualidade?!?!

Mas fazemos isso!! Todos!Inclusive eu e voçê….e mais perigoso do que ter uma opinião sobre isto e fazer dela um sistema político como os extremistas….mais perigoso é pensar que não existe a questão!…ela existe, nós pensamos mesmo que pretos, brancos e amarelos são melhores e piores entre si!!

…isso é que é um assunto!….uma coisa em que se pense!

homo-sapiens.jpg

Em Biologia então a coisa fica ainda mais dificil para os “racistas”….que para mim são as pessoas que acreditam na diferenciação da raça humana por via da espécie….é que em biologia nós somos todos “homo sapiens” em que a amplitude de variação no código genético entre individuos é insignificante, logo inexistente!!

…ou seja biológicamente somos iguais….as diferenças são exíguas…académicamente são nulas, insuficientes para nos agregarmos em grupos ou como eles afirmam somos “genéticamente indiferenciáveis”….assim somos aos olhos da ciência e antes fosse igual nos da religião!!

dna.jpg

Ora aí está….nada como ter uma base concreta, credivél e justificada para assentar uma discussão ou um raciocinio….uma opinião!….e apartir daqui presumo que quando falar destas diferenças entre raças e sub-grupos étnicos, sobre as suas capacidades, os preconceitos e etc…presumo que sabemos todos que estamos a falar de enquadramentos socias, económicos, politicos que por efeito de correlação estão associados a um determinado grupo!

Presumo também que, nessa base, as afirmações são sempre faliveis!Apenas porque não estão relacionadas com a certeza cientifica e portanto podem estar mais ou menos correctas mas são todas legitimas!

…do lider do Ku Klux Klan ao Nelson Mandela, do Ayatola Komeni ao Mao Tse Tung….passando por mim!….estamos todos mais ou menos correctos conforme a afinidade politica, religiosa e pessoal de quem nos tá a ouvir!

…é sobre isso que talvez vá lêr agora! …até porque tenho umas ideias das minhas para ver se estão correctas!

P.S. – Alguém reparou que o significado da Priberam está pura e simplesmente errado?!?…é por isso que eu tenho em casa o dicionário Moraes!!

Entry filed under: escrever por escrever, eu...e os dois leitores do blog!!, Jornadas e descaminhos, Uncategorized. Tags: .

Chapas à toa! …locais sobre angola!

24 comentários Add your own

  • 1. maria  |  Junho 25, 2007 às 9:26 pm

    Pedro,

    Gostei dessa mulatinha de olhos rasgados! 😉

    Devo confessar que a questão que coloquei não foi inocente! Á dias trepei as paredes com a “acusação” de que os portugueses são racistas e discriminatórios no que aos negros portugueses respeita. Não tenho ilusões ! Há racismo em Portugal sim! E o racismo, porque baseado sobretudo em preconceitos e em feridas por cicatrizar há 500 anos (há gente que gosta de lhes arrancar as crostas como se dessa forma pudesse manter viva a memória de um dos maiores crimes contra a humanidade) alimenta-se ódios e de contradições.

    Não gosto de rótulos e muito menos de conceitos generalistas. Apesar das diferenças culturais, sociais, políticas, religiosas, de tom da pele, sentimos todos as mesmas emoções, temos as mesmas expectativas, os mesmos sonhos, a mesma necessidade de pertença.

    Infelizmente a História está cheia de maus exemplos e, a meu ver, apenas porque somos incapazes de nos colocarmos no lugar do outro, repetimos a história apondo nomes mais ou menos polidos àquilo que no passado originou a Inquisição, o Holocausto ou o Apartheid. Apenas e só porque não aceitamos o que nos é desconhecido, estranho. E é o medo, a incapacidade de mudar a perspectiva que nos leva a discriminarmos. Questão de sobrevivência? De domínio?

    Não há dúvida que o tempo nos faz olhar para as coisas numa outra perspectiva, para o bem e para o mal. E que quanto mais disponíveis estivermos para entender as diferenças, melhor viveremos em sã convivência. Mas até lá…

    ~~~~~~

    Ainda bem que fez esta compilação de conceitos e definições. Ajudou a perspectivar. Não sei se saiu alguma coisa de jeito no que escrevi acima, mas é mais ou menos isso.

    O Tico e o Teco estão cheiinhos de sono.

    Responder
  • 2. Leonidovych  |  Maio 24, 2008 às 12:46 am

    Antes eu pensava que diferenças não haviam. Tentava seguir a moda de nosso tempo que é defender a idéia de que todos nós somos iguais mas no fundo nunca gostei de preto. Aqui no Brasil, em todos os cantos existem mulatos e pretos.
    A “cultura” dos negros está por todos os lados. Feitiçaria (adoração a espíritos demoníacos, sacrifícios de animais com sangue), promiscuidade, prostituição, orgias, esse é o Brasil, país mulato. Brasil é um prostíbulo.
    O povo mulato brasileiro é um povo que vive para o carnaval.
    Tentei por muito tempo não enxergar a realidade e fingir que todos nós somo iguais mas isso na verdade é uma grande ilusão. Aqui no Brasil a misginação racial trouxe a desgraça.
    No século passado acreditavasse que a miscigenação no Brasil levaria a uma democracia racial mas o que nós vemos hoje é o contrário. Pra se ter uma idéia aqui no Brasil espancar um velho resulta em 2 anos de cadeia mas chamar um negro de negro resulta em 3 anos de cadeia. Aqui não existe vaga nas faculdades para todos então o governo faz cotas de vagas para negros (muitos pardos são excluidos).
    Uma nova lei está para ser aprovada em que as empresas serão obrigadas a destinar 50% das vagas para negros, 50% das vagas para políticos. 70% da população é mulata. Grupos folclóricos e imigrantes europeus são vistos como racistas.
    Pra mim não interessa se os negros são mais inteligentes ou mais burros. Não gosto de preto, os acho feios, mentalmente instaveis, recalcados, racistas.
    Preto é tudo igual, sempre se fazendo de vítimas (protecionismo)

    BAILE FUNK DE CORREDOR BRASIL

    ARRASTÃO EM IPANEMA

    ***** 21.05.07 Report Record – Sobre Hip-hop e funk Proibidao [05

    FUNK PROIBIDAO-O SEQUESTRO

    ***** Gil do andaraí – Toque da Cadeia. (PROIBIDÃO – CVRL PCC)

    Comando Vermelho Gang members

    PCC ATACA EM 2006

    JN cobra atitude de governador durante ataques do PCC em SP

    FESTA DO PCC NO MORRO DO SAMBA, MOSTRADO NA BAND

    White Power in Brazil

    Skinheads neonazistas do Brasil (parte 1 de 3)

    Brasil Skinheads (Boa qualidade)

    Search Results for “white power brazil”

    Responder
    • 3. Ricardo  |  Março 16, 2011 às 1:40 pm

      Parece comédia…
      Eu tinha de Dizer qualquer coisa…
      PMC eu também sou pela Liberdade… mas também penso que não devemos confundir Liberdade com Libertinagem…
      A opção é sua claro e essa eu consigo respeitar… não consigo seguramente respeitar a opinião do senhor Leonidvych… Até porque em questões de Liberdade, A minha começa onde termina a sua… e assim sucessivamente…
      Abraço de Luanda… e parabéns pela Pagina.

      Responder
      • 4. pedromoraiscardoso  |  Março 16, 2011 às 3:02 pm

        Sabe uma coisa….concordo consigo!

        Mas a melhor coisa é mesmo deixar, torna tão mais evidente a nossa razão!

      • 5. Ricardo  |  Março 16, 2011 às 4:36 pm

        🙂
        Não me choca o Discurso até porque já ouvi o discurso inverso (direccionado aos “Pulas”) em Pleno Sambizanga… e começou assim e acabamos todos num daqueles fogareiros a comer “churrasquinho”, Foram momentos pesados, até porque eu sou “Pula”, mas isto é apenas Pura ignorância e o já famosos Medo do desconhecido…
        Resumidamente… Quanto mais ignorantes mais merdosos… ops desculpe PCM queria dizer Medrosos…

  • 6. pedromoraiscardoso  |  Maio 29, 2008 às 8:51 pm

    Caro Amigo;

    A defesa da liberdade ás vezes custa-nos as entranhas!!…sabe que quando comecei este blogue, ainda antes quando ele estava noutro motor, prometi a mim mesmo que não iria conter a minha verdadeira opinião quando falasse sobre alguma coisa e que não me permitiria bloquear comentários desde que eles manifestassem algum tipo de opinião!

    Essa é única razão pela qual as suas linhas ficaram aqui! Deixe-me dizer-lhe que não só não concordo com nenhum dos enormes disparates que advoga, como me parece simplório o tipo de ideias e o raciocínio que está por detrás delas.

    A única coisa que subscrevo das linhas grotescas que aqui deixou é que existem diferenças entre pretos e brancos. Mas também existem entre ricos e pobres, entre homens e mulheres, entre democratas e fachistas e esta última é talvez a razão pela qual a sua opinião tem possibilidade de existir aqui no meu blogue que é também de alguns outros leitores e amigos. Calculo que se tiver blogue não me deixará expressar as minhas opiniões sobre raças e ideologias por lá….mas isso enfim, são as tais diferenças que pessoalmente eu prefiro que existam e até sejam cultivadas!

    PMC

    Responder
    • 7. gsaugen@gmail.com  |  Março 8, 2012 às 2:45 pm

      “A única coisa que subscrevo das linhas grotescas que aqui deixou é que existem diferenças entre pretos e brancos.” Isso é o mesmo que dizer que os brancos caucasianos são superiores aos asiáticos, o que não é verdade. Os chineses, japoneses, sul-coreanos estão dominando o mundo com a força de sua economia e tecnologia.

      Responder
      • 8. pedromoraiscardoso  |  Março 9, 2012 às 2:23 pm

        Caro amigo gsausen!!

        Recomendo que quando comente um post num blogue se dê ao trabalho de lêr o que lá foi escrito!….que digne a perceber a interjeição de quem se propõe fazê-la e depois, então sim de maneira fundada concordar com alguns e descordar de outros.

        Tente fazer isso e certamente vai lêr neste post e nos comentários que se seguem outra coisa, muito diferente daquela que pensou ter lido!

        ….já agora proponho-lhe um exercício, para brincar com a massa cinzenta! Acha que que uma margarida é igual a uma dália? Certamente são diferentes!

        O Senhor desta minha frase infere que eu classifico qual flôr como superior?….nenhuma certamente, correcto?

        Porque é que infere da frase anterior que existindo diferença existe superioridade de qualquer raça?

        ….talvez o racismo more onde onde nós menos pensamos! Fica a reflexão.

        Cumprimentos

  • […] pensado nisto nos últimos dias, depois de um comentário que deixaram num post que gosto muito, “Conversas por Maria – as pessoas e as raças”. É este post um exercício sobre o racismo, sobre a forma como diferentes tipos de pessoas o vêem […]

    Responder
  • 10. marcos  |  Agosto 13, 2008 às 8:13 pm

    e u achei esta pagina muito interessante por que explica os tipos de rasas

    Responder
  • 11. JOAO  |  Novembro 16, 2008 às 9:01 pm

    Pois… !! Foi tarde .. mas li !!
    Gostei ..
    Queria chamar a atenção para o facto;
    “………conceito de raças humanas foi usado pelos regimes coloniais e pelo apartheid (na África do Sul), para perpetuar a submissão dos colonizados (ou da maioria negra, mas sem recursos); actualmente, só nos Estados Unidos se usa uma classificação da sua população em raças, alegadamente para proteger os direitos das minorias.”

    Pois em Angola Tb ..

    Responder
  • 12. pedromoraiscardoso  |  Novembro 17, 2008 às 2:57 pm

    …de facto amigo João….ainda pelas terras do rei mandume e agostinho neto se descrimina a raça num bilhete de identidade e se chama por exemplo mestiço àquilo que na rua se chama de “laton”!!

    …esperemos que não seja por muito tempo ainda que esse tipo de coisas acontecem….a mim parecem-me sequelas dum tipo de organização e distinção ao qual os irmãos Angolanos se habituaram mas que felizmente nunca se resignaram!!

    Bem haja

    Responder
  • 13. gsaugen@gmail.com  |  Março 8, 2012 às 2:38 pm

    Qiuanto racismo em alguns comentários! PERGUNTA: Sou brasileiro, descendente de portugues, ESCRAVO AFRICANO, polonês e austríaco. O destino e a força dos meus genes quis que eu nascesse com PELE BRANCA. Devo me considerar mulato? Seria eu hostilizado por racistas (apesar de minha pele clara) se soubessem que um de meus avós era negro?– (GILBERTO SAUGEN — do Brasil)

    Responder
  • 14. Ricardo  |  Março 9, 2012 às 6:43 pm

    Pedro, por acaso há pouco ais de um ano que nos novos Bilhetes de Identidade não aparece referência á Raça. Mas é na verdade algo “Novo”.

    João, o conceito de raças Humanas é muito anterior á época dos Descobrimentos… Diria mesmo anterior aos Romanos que já descriminavam raças ou mesmo os Egípcios que como sabemos escravizavam as pessoas de acordo com as suas raças…

    Eu penso que a Humanidade simplesmente gosta de catalogar tudo… é algo que faz parte da nossa essência…

    E quanto a este Gsaugen… na verdade podias ser uma mistura de todas as raças que existem… isso não faz de ti Mulato, Branco, Chines, Indiano, ou outra coisa qualquer… Mas os teus comentários esses sim mostram bem o quão Ignorante tu és.
    Se te considerasses “Pessoa” não estavas preocupado se te deves considerar Mulato ou Branco.

    Pedro peço desculpa por este comentário, mas eu as vezes penso que ainda estamos mesmo é na idade média.

    Responder
    • 15. pedromoraiscardoso  |  Março 9, 2012 às 7:54 pm

      Boas Ricardo;

      Os teus comentários são sempre inteligentes, fundamentados e sobretudo de quem está a viver na “banda” em vez de falar dela!

      Fico feliz de saber que o novo bilhete de identidade já não expressa essa diferença, por exemplo nos EUA ainda persiste o uso de raça no BI o que é uma vergonha.

      Grande abraço

      Responder
  • 16. Ricardo  |  Março 10, 2012 às 11:50 am

    Boas Pedro, antes de mais obrigado, pelo menos significa que alguém lê, não só o que está escrito mas também o que está implícito. Os teus Textos também o são, aliás isso me faz vir “aqui” de vez em quando.
    As coisas na verdade estão a melhorar quer as pessoas gostem de admitir ou não.
    Por exemplo, em Angola durante muitos anos houve grandes campanhas de mentalização que de certa forma fomentavam o racismo , mas hoje começas a ver muita gente que já não está para essas coisas, começa a aparecer uma classe média em Angola, onde a maior preocupação é o trabalho e o futuro que podem garantir aos seus filhos, estas pessoas já ultrapassaram qualquer resquício ou recalcamento racista que pudessem antes ter.
    Eu Nasci em Angola, os meus Pais nasceram em Angola, mas em determinada altura, como de resto quase um milhão de pessoas fizeram, fomos para Portugal. Convém explicar para quem não sabe, não era nascido ou mesmo não se lembra, que os vulgarmente chamados “Retornados” foram de uma forma geral Mal recebidos em Portugal, o que prova que a discriminação na verdade dá-se independentemente da Cor da Pele, o que se sofreu nessa época foi uma forma de racismo. Ultrapassados esses anos Difíceis, do “nosso” País, e esses sim foram bem mais difíceis do que os atuais, Portugal Evoluiu, “cresceu” e hoje é na minha opinião um dos países menos preconceituosos do Mundo, é com Orgulho que o Digo. Já vivi em mais de meia dezena de países e afirmo isto com bastante certeza.
    Na verdade ainda hoje eu em Portugal sou “retornado” ou seja Angolano, e em Angola sou Tuga, das duas uma, ou simplesmente sou um Apátrida, ou sou um cidadão do Mundo, prefiro considerar-me o Segundo, :-).
    O que eu sinto mesmo, o que sou mesmo e Orgulhosamente é “Português-Angolano”. Foi em Portugal que me Fiz Homem, foi em Portugal que me defini, é por Portugal que Choro e de Onde Tenho Saudades, e apesar de Tudo o que se possa Dizer, nós somos mesmo um Povo Diferente, por outro lado Sou Angolano, porque a minha Família nasceu aqui, as memórias dos meus Pais são essencialmente Daqui, foi onde Nasci e é onde Vivo hoje. E digo que é um País Simplesmente Maravilhoso, Sinto-me em Casa apesar de Tudo.
    Se pensarmos que Angola Viveu mais de 40 Anos de Guerra, sendo que nos últimos Anos da mesma, a violência foi de Bater Recordes, hoje temos de Dizer que está Muito bem mesmo, a guerra acabou há apenas 9 anos, claro que há muito que melhorar, mas não é uma questão de construção, ou infraestruturas, é algo que o Tijolo e o Betão nunca vão conseguir construir, é preciso reconstruir Mentalidades, O “Povo” Angolano precisa de aprender o que é viver em Paz, em Sociedade, precisam de entender que há um Futuro á espera e que apenas vai ser bom se todos Trabalharem para isso, é uma questão de trabalhar o “Mind-Set” do Povo.

    Desculpa o desabafo sobre Angola, mas aqui pareceu-me um bom local para o escrever.

    Abraço, Estamos Juntos.

    Responder
    • 17. pedromoraiscardoso  |  Março 12, 2012 às 10:21 am

      Subscrevo totalmente!

      Grande abraço e obrigado pelas visitas e pelos comentários Ricardo!

      …eu por meu lado não tenho família em Angola, ninguém dos meus parentes lá meteu os pés, nem para a malfadada guerra colonial!

      Fui o primeiro dos Morais Cardoso a ir para aí, fui no ano da morte do Savimbi em que a paz se tornou efectiva e realidade em Angola….estava tudo, literalmente tudo por fazer!

      Não existia recolha de lixo….não existia electricidade, não existiam estradas e para se sair de qualquer cidade, incluindo Luanda, existiam posto de controlo militar (no caso de Luanda era no Benfica) depois do Lar do Patriota.

      Condominios de luxo existia um! Era o Gamek e continua a ser um dos locais mais especiais de Angola para se viver!

      Fui vendo também, como tu, as coisas a evoluírem e progredirem e como Português sem laços nenhuns com Angola que não sejam os da paixão pura e da amizade profunda que trouxe de lá depois 4 anos de muito trabalho, digo sem embargo e sem complexos que Angola vai ser uma das potências económicas, políticas e militares determinantes para a história do continente africano!

      Nem tudo está bem, muita coisa que se tem instalado como hábito tem de acabar, tem de mudar e a liberdade e riqueza imensa tem de chagar cada vez mais a todos os Angolanos que para ela trabalharem! Mas subscrevo totalmente o que dizes quando se vê uma classe média emergente cada vez mais numerosa e letrada, cada vez mais avisada politicamente e mais crítica socialmente. Esses vão ser os verdadeiros fundadores do país que Angola será!

      Bem hajas e grande abraço

      Responder
      • 18. Ricardo  |  Março 12, 2012 às 6:19 pm

        Boas de Novo,
        acabei de chegar a Casa, como conheces “isto”, moro no Futungo, num bairro perfeitamente tradicional, onde gosto de Morar na verdade.
        Antes de mais quem tem de agradecer sou Eu, tens sempre a preocupação de responder e isso só por si já me faz voltar, ainda por cima os teus comentários são sempre bastante claro e inteligentes, claro que devo adicionar o facto de uma forma geral neste tema estamos em sintonia, também não é muito fácil falar com alguém que não tenha apenas vivido aqui mas também tenha Vivido “Isto”.
        Como assumo que estás na Tuga, vou dar-te mais algumas novidades, ou talvez não…
        Neste momento a zona de eleição para a Classe média/Alta e Alta viver é em Talatona, há diversos condomínios de luxo, e embora de facto Luanda-Sul seja uma Grande Obra, devo dizer até com alguma visão, não deixa de me entristecer o facto de, se tu quiseres passear a pé pelas dezenas de kilometros de passeios pedonais, a unica vista que tens, são muros com arame farpado por cima, aliás o arame farpado continua a ser uma presença bastante forte mesmo dentro da Cidade, os seguranças Armados com AK47´s, também, mesmo que algumas delas nem sequer funcionem.
        Todo este cenário de “Guerra” cria uma imagem que não está na verdade diretamente vinculada com a Situação Vivida em Angola.
        Atualmente em Angola, podes andar na Rua a pé em quase todo o lado, como de resto em todas as capitais mundiais, há zonas onde não se deve passar a pé, pode-se sair á noite e estacionar o carro, o mais que pode acontecer é algum menino de rua vir-se oferecer para tomar conta da Viatura a troco de 100KZ, (Aprox.1 Eur), ai chamamos “arrumadores”, podes ir ao Cinema ao Belas Shopping, e devo dizer, “European Standard”,
        O principal problema em Luanda continua a ser mesmo o Transito, é infernal e eu para solucionar, ando de Mota!, nunca tive acidentes e de uma forma geral considero que os carros até respeitam bastante as Motas.
        A saúde é outro dos Problemas, há hospitais e até funcionam bem, no tratamento e prevenção por exemplo da Malária, ou mesmo da SIDA, mas claro toda a gente que pode vai a uma das muitas clinicas privadas de boa qualidade, mas não ao nível de uma Europa.
        Há assaltos, mas não mais do que ai, e de uma forma geral sempre com menos violência do que os que acontecem por ai.
        O Custo de Vida, a habitação dentro de Luanda, com condições minimas, por menos de 3500USD. não há, mas devo recordar que há dois anos atrás não havia por menos de 7000USD, se formos para Luanda-Sul, encontram-se apartamentos a partir de 2000USD. Vale a pena ver as imagens do Projeto habitacional “KILAMBA KIAXI”, Habitação de custos controlados/social, são grandes projetos, cidades construídas do Nada.
        Uma refeição com qualidade num Restaurante Médio/Alto min. 35USD. mas compra-se frango assado por 8USD.
        Os Carros novos são mais baratos do que em Portugal e o combustível, até dá graça… Gasolina 45 cêntimos Gasóleo 28 Cêntimos do Euro. 🙂
        Um dos maiores problemas é mesmo a Energia elétrica, ainda há muitas falhas e continuam a produzir energia a partir de Geradores, embora este em curso um projeto de turbinas para mini-hídricas, a par com o reinicio de produção de energia a partir das barragens antigas.

        Bem Fica aqui uma descrição resumida de como se Vive por aqui Atualmente.

        Um Abraço e parabéns pelo “local”.

      • 19. pedromoraiscardoso  |  Março 13, 2012 às 9:59 am

        ….de facto…bastante fiel a descripção! Apesar de ter saído em 2007/8 de Angola tento sempre regressar e estive à pouco tempo por aí 15 dias só para visitar amigos e aconselhar um antigo colega de trabalho com um negócio que na altura tinha!

        reconheço portanto nas tuas palavras muito do que me passa pela cabeça!

        Com que então moras no Futungo de Belas! 🙂 isso é que é sítio para se viver! Parabéns….das melhores zonas de sempre!

        Costumava parar aí por perto na rua 11 para ir buscar gelo e beber umas a “estalar!

        Abraço

  • 20. Ricardo  |  Março 14, 2012 às 6:38 pm

    heheh Pronto já vi que conheces…. tens saudades disto? ou seja voltarias para cá?

    Abraço

    Responder
    • 21. pedromoraiscardoso  |  Março 15, 2012 às 10:00 am

      …pois, conheço! Saudades tenho todos os dias….voltar volto sempre que tenho saudades!

      Mas como te digo…a minha Pátria é a “Tuga” e mais que nunca são precisos todos os Portugueses cá!

      Os irmãos da “banda” uns vêem cá e os que infelizmente não podem vir…eu vou vendo quando aí vou!

      Grande abraço Ricardo!

      Responder
  • 22. Ricardo  |  Março 18, 2012 às 7:51 pm

    Boas Pedro, mais um pequeno “teaser” para ti…
    Cheguei agora de Sangano, a água estava a escaldar e umas fresquinhas a Estalar… a Lagosta, bem a Lagosta, estava Suculenta e a 1000Kz o Kilo… hahahaha
    Para entrar em Luanda aquele engarrafamento habitual, mas de Mota… bem de Mota, como por aqui se diz, “Fura-se”…
    Mas apesar de tudo isto, não consigo para de pensar que no dia 23 vou estar em Setúbal… e que tenho imeeensas saudades daquela Baia, do peixe assado, da FAMILIA, e dos amigos de Sempre.

    Abração Pedro e vai dando Noticias

    Responder
    • 23. pedromoraiscardoso  |  Março 19, 2012 às 10:04 am

      Vais estar aqui perto!

      Tenho uma empresa de audiovisuais com uns amigos…estamos em Oeiras. Se calhar a estares na zona passa cá para nos conhecermos pessoalmente!

      Grande abraço

      Responder
  • 24. Ricardo  |  Março 22, 2012 às 8:00 pm

    Ok Amigo Pedro combinado, em principio vou passar uns dias ao Algarve, mas devo ter de ir a Lisboa á Kawasaki, sabes como é, peças e acessórios aqui… é $ vezes 3 + Imposto de Candonga… hehehe

    O meu mail é ricardoabrantespires@○sapo.pt.

    Abraço

    Responder

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Trackback this post  |  Subscribe to the comments via RSS Feed


Categorias

Blog Stats

  • 62,851 hits

%d bloggers like this: