A minha casa de Luanda 2…”Ode à besta que sou”

Maio 31, 2007 at 8:19 am Deixe um comentário

pict5742-copy.jpg

Como diz o meu amigo ruca…. ” é preciso não confundir a obra prima do mestre com a prima do mestre de obras!”

….e é bem verdade!…senão repare-se…quem olha para o quadro electrico da minha casa pensa….isto é coisa de primeira água, daqui não vem azar de certeza!”

O problema é acreditar nestas coisas….assim….por dá cá aquela palha!…..foi o que eu fiz e olha…..saiu-me o tiro pela colatra….uma desgraça de dar dó!

casa_nova_quadro-electrico.jpg

Pois um dia destes andava eu e o miguel marrafa a discutir aquelas coisas sem interesse com que sempre nos comprazemos a discutir… e sem mais nem ontem….zás…começam os disjuntores a disparar.

Isto para mim é o mesmo que estarem a chamar-me filho da mãe em sueco!!!…não percebo o que se passa, não faço ideia de como apareceu o fenomeno e deixa-me apreensivo o facto de suspeitar que aquilo não é bom sinal!!!

…foi mais ou menos assim que olhei “olhos nos…..botões de on/off”…por analogia foi como se estivesse em frente de um loiro nórdico, com as carótidas salientes a gritar-me impropérios em Sueco ou seja a meio caminho de aprender uma coisa nova e partir para a ignorância total acabando com existência do quadro electrico!…..foi ….foi …um espectaculo degradante!…..a ignorância tem destas coisas.

quadro.jpg

Disjuntores da discórdia

Foi na troca de impressões com o “Prof. pardal”, alcunha do miguel aqui em casa que achamos por bem tentar perceber aquilo……”ora, não está em sobrecarga porque se desligou quase tudo…..hum!”….” É estranhissimo!” …se calhar é o dijuntor que é mau, dispara sozinho!….essas cenas não avariam?….devem avariar!” ….esta preciosidade que entra directamente para o Top10 das maiores barbaridade ditas em Portugal em todos os tempos foi dita…….pois claro, “moi memme”!

eu repito….. “…se calhar é o dijuntor que é mau, dispara sozinho!…..essas cenas não avariam?….devem avariar!”

…..divino!……só mesmo uma besta quadrada como eu para estas ilações profundas!

Pois tal foi a minha convicção naquele farrapo de argumentação que o Miguel até achou possivel……muito estranho….mas possivel!…assim atacámos a questão sem hesitações e travamos a descida do dijuntor como pudemos….ora foi com palitos e fosforos….ora foi com calços de papel dobrado, tudo serviu para experimentar….e serviu também para falhar

….mas como somos pessoas teimosas….achamos que aquela situação tinha de ficar resolvida á nossa maneira e acabamos que demos num dos meus potes de madeira….com fita cola, da grande….chamado tape mas este de dupla face gomada!….um luxo….uma arma definitiva na luta contra aquele botão preto e a sua mania de disparar!!

Aquilo deu tanto resultado que ficamos o resto da noite com o problema resolvido!

até aqui…ainda vai que não vai!

Pois estava o menino a reconfortar-se com um celestial duche de água quente, com shampoo de tanjerinas e creme de banho Dove Silk não sei quê mais….num momento todo de transcendência narcisica…..BAUMMM…..estoira num fenomenal e grotesco som!……o filha da p#t% do quadro!

Sai esta criatura de deus…em pelota, encharcado em água, aos saltinhos direito á sala…..acto continuo pensa “hum …água no corpo?!?….isto com curto circuitos não deve dar bom resultado!”….neste entretanto que durou zero virgula qualquer coisa segundos a casa ficou repleta dum fumo pestilento, denso e altamente tóxico!….coisa semelhante só a chuva piroclástica….(hum! onde é que fui buscar esta?) enfim, ainda molhado do duche, meio nú, completamente entóxicado e histérico…..nada podia ser pior!!

…quase nada….acreditem que esta criatura consegue sempre redifinir os limites….sobretudo os limites da imbecilidade e da parvoice e fazendo juz a isso, mas sem pensar em grande coisa, começo então a char que aquilo, podia matar o Miguel…..(ya, eu assim também acho patético mas na altura parecia razoável) ….vai de correr a segurar precáriamente na toalha, com os pés molhadinhos no azulejo…..TRÁZ…..queda artistica, a cereja em cima do bolo!

…acordo o Miguel, ou melhor SALVO A VIDA DO MIGUEL e qual heroi de holywood volto para tratar de …..de….fazer qualquer coisa ao quadro!

Já não sei por carga dágua mas dei comigo a pensar se não estaria tudo em chamas no prédio!!….e vai daí, sai para as escadas…..nas escadas estava um fumo que em tudo superava o da casa……era um cenário dantesco……gritos nas escadas de baixo e de cima…..tudo sem escuro, fumo espesso e tóxico…..um inferno!….um horror….uma desgraça!

No meio daquele cenário catastrófico dou comigo a olhar para a caixa de derivação do andar….voçês podem vêr na foto….aquilo é a ver-da-dei-ra e única….caixa de derivação.

derivacao-externa.jpg

Senão veja-se…dali deriva uma profusão crescente de fios das mais variadas naturezas e insondáveis destinos…..andava eu nestes pensamentos, a olhar para a caixa de derivação, semi-nu…no meio de um quadro apocaliptico e reparo que ….. isto é incrivel, o fumo vinha da caixa!….e sabe-se pelos antigos….onde há fumo, há fogo!

….a criatura que vos escreve não consegue pôr isto com as palavras correctas…mas vou tentar ainda assim…..fumo_logo_fogo_logo_prédio a arder_logo_desgraça total…..foi este fio ténue de agrupamento de ideias que me levou a uma das figuras mais ridiculas que me lembro de ter feito!

….ora….esta dedução de que estavamos perante um quadro tenebroso pôs-me num estado de alma desesperado e com a resolução dos destemidos….energico, intrépido…..com a moral dos meus ancestrais…..faço…..faço……isto!!!

….vou direito á parede onde fica a tal caixa que estava a fumegar abundantemente, como não via chama viva….vai de dar uns saltinhos ( a caixa fica a cerca de 2,2MT do chão) e bater na tampa daquilo…..ora, aquilo que apenas era combustão, com a tampa a bater nos fios e os fios a tocarem no ferros e nas chapas e o diabo a quatro…..fica mesmo chama viva….este, o que escreve agora, frenético e amedrontado com tal espectáculo……vai de começar aos saltinhos no meio do patamar….a técnica era…enche o peito, salta e lá em cima despeja o ar….e a sopro de pulmão andava este imbecil a extinguir um incêncio no prédio da Maianga, em Luanda….Angola ou seja África.

derivacaoexterna2.jpg

Os vestigios – Chapa queimada, parede chamuscada…enfim!!

Hediondo!….apetece-me…..esbofetear-me!!

Ora….parece que piorar seria degradante demais…..pois é verdade, vai piorar!

…andava eu na minha missão, de apagar o fogo que tinha provocado a sopro de pulmão driblando a lei da gravidade com saltinhos patéticos e não pensava em mais nada…..aquilo era o principio de tudo e fim das coisas!

…..fiquei nestes preparos talves um ou dois minutos e por incrivel que vos possa parecer…….resultou!….eu apaguei o incêndio a…..sopro!!! É demais…..é de rir a bandeiras despregadas….e era o que eu ia começar a fazer pensando que tinha caido na real e que tudo aquilo era ridiculo…….ia começar a rir…..já não ri mais.

É que a realidade tem várias camadas e eu pensando que tinha chegado á ultima enganei-me……estava ainda esta coisa deliciosa á espera deste filho de deus.

…..o patamar, quando me dei conta, estava……repleto de pessoas….genero, aquilo foi o espectáculo da noite, ora estavam os meus dois vizinhos e as mulheres mais os dois filhos de um deles….impávidos e serenos como se arder uma caixa de derivação fosse tão comum como um politico português ser corrupto!

….mas não era só….estava tb a vizinha do sexto andar….o meu vizinho do 4º …..com as familias claro……estava um gang de pitas que mora no 1º andar e até estava o surdo mudo bêbado que dorme na escada por caridade da malta

…..surdo, mudo, bebado e indigente mesmo assim foi dar com a minha ” Ode à besta que sou”

….um espectáculo medonho….eu, molhado ainda do banho, parcialmente chamuscado na cara…..semi nú…só com uma toalha, já descomposta dos saltinhos idiotas….olhos abertissimos do cagaço que apanhei……a olhar para aquela gente!

…..” sabe-me dizer as horas?”. Foi o que me saiu, estava a pensar se ainda estava a tempo de chamar o Mateus para pôr aquilo tudo como estava.

Conclusão– Electricidade é um bicho esquisito, primeiro parecia que o meu quadro disparar não era grave…e era!….depois a caixa de derivação parecia o fim do mundo…..e não era! aquilo ficou mesmo só pelo meu andar, e nem sequer apanhou os três apartamentos.

derivinterna.jpg

caixa de derivação interna-um mistério maior que tutankammon

Curiosidade – O disjuntor não era mau, nem estava avariado….e como dizem os homens das obras, mecãnicos e carpinteiros….o material tem sempre razão…..aquilo disparava nesta sequência de eventos que se segue

por_causa_de_um_curto-circuito….. por_causa_de_umas_tomadas_em_contacto_com_água…. por_causa_de_uma_infiltração….por_causa_duns_tanques_no_terraço

(duzentas causa efeito mais tarde)……por_causa_do_savimbi!!!

(seiscentas causa efeito mais tarde)……por_causa_do_colono!!!

Anúncios

Entry filed under: Desabafos, escrever por escrever, estórias d`Angola, eu...e os dois leitores do blog!!.

A minha casa em Luanda 1 – A cartografia de apartamento. “olha pá!….antes isso que levar um pontapé nos c$lhõ#$!!!!”

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Trackback this post  |  Subscribe to the comments via RSS Feed


Categorias

Blog Stats

  • 64,771 hits

%d bloggers like this: