….e lá fui eu para o Lobito!!

Julho 20, 2006 at 1:29 pm Deixe um comentário

….Lá fui eu com as minhas “imbambas”…desta vez para o Lobito, resolver um projecto!….uma coisa que devia levar meses, com prazo de 5 semanas até á data de inicio do evento que são as festas da Cidade do Lobito.

…o que mais gosto nestas viagens é a surpresa de conhecer os sitios de outra maneira….eu até já tinha estado de visita a Benguela e por isso tinha passado no Lobito para conhecer a celebre restinga, mas desta vez vi com mais atenção.

…a Débora é que me marca as coisas na empresa para poder viajar e o Celso é quem me vai buscar de madrugada para me entregar ao Aeroporto Doméstico de luanda.

…qualquer um dos dois já me conhece as manhas….a Debora deixou de me marcar passagem em económica desde que numa das viagens uma senhora vinda do Huambo trazia um cabrito …. inteiro…..esfolado da cabeça para baixo…ainda por cozinhar!…..o trauma foi tanto que quando ela me marcou passadas duas ou três viagens uma económica, eu pura e simplesmente desmarquei todas as reuniões que tinha e pedi-lhe com aquela minha delicadeza característica de uma “porta”, que não voltasse a repetir a gracinha…..ela risse imenso com estas minhas idiossincrasias e nunca mais marcou coisa semelhante, é uma querida!

O Celso também já levou uma rasteira….uma vez apareceu-me lá em casa ás 4.30H da manhã….segundo parece eu atendi a porta e disse-lhe que agradecia muito e até pedia desculpa mas a viagem foi adiada porque o voo foi cancelado…..claro que nessa mesma manhã me encontrou irritadíssimo a dizer que nunca mais faltasse e diabo que assim não podia ser porque eu tinha reuniões importantes e isto e aquilo e aqueloutro!

….agora não me sai da porta enquanto não me vê já vestido a tomar café….só ai é que desce para meter as malas no carro e preparar as coisas para arrancar.

….ultimamente desenvolvi um esquema de malas e roupa que levo para as deslocações ás províncias….foi inspirado no meu mano grande…o Nuno quando estava na British Airways contava sempre as ultimas coisas que os gajos lhe ensinavam….aquilo era um fartote de rir porque eram técnicas mesmo á Inglês e esta então é das mais castiças e úteis que se podiam lembrar.

…..consiste em ter a mala sempre feita da mesma maneira, com as mesmas coisas para uma viagem que dure entre dois e quatro dias…..eu faço isso…. Reparando na foto, acrescento aquilo que eu chamo os meus preciosos hábitos…..para dar personalidade á coisa….enfim, manias….pode-se ver numa das bolsas um termo com café (claro! Só por via das dúvidas) e um livro, no caso Graham Green, na outra uma revista de negócios….. o que é que há-de fazer?!… agora ando nessa onda…e ainda que não se veja está atrás dessa revista uma de arquitectura…..o que é que há-de fazer?!…dá-me sempre para aí!

….a outra pasta é a que o meu avô me ofereceu quando soube que eu ia ser promovido…..acho que queria que eu parecesse mais velho e mais responsável…..não conseguiu nem uma nem a outra, mas conhecendo-o como conheço não vai desistir. Entretanto lá ando eu com aquilo de um lado para o outro por respeito a esse avô que é o meu melhor amigo.

O Administrador Municipal, Ricardo Amaro, é uma curte….já é o segundo que conheço deste género….o primeiro foi o inteligentíssimo Virgílio Toyova do Lubango….o que me dá uma esperança grande…..novo, trinta anos, espírito super aberto a ideias….vontade de fazer coisas, de ultrapassar dificuldades….uma boa onda incrível, sempre bem disposto e pronto a resolver-te os problemas…..quando soube que eu já tinha chegado e ainda não lhe tinha dito nada, desatou logo a ligar-me….”que lá fosse….ia esperar por mim…..ia almoçar comigo e jantar, ajudava-me a identificar os locais e tal”….sempre pronto para tudo….sem protocolo nenhum…está em belíssimas mãos o Lobito, haja dinheiro a chegar ali que se farão certamente coisas boas.

O lobito para quem não conhece nada de Angola como eu é uma surpresa, aliás o eixo Benguela – Lobito, é uma zona lindíssima cheia de praias brancas e água transparente….tem um porto enorme e hoje já muito bem organizado….era onde embarcavam as mercadorias em Angola…..vinham pelo caminho de ferro de Benguela que seguia até ao Huambo (Nova Lisboa) e depois passava ás Lundas e entrava nos países vizinhos….era a ligação de boa parte de África aos meios de transporte marítimos e isso continua tudo lá…..já velhinho mas continua…e pretendem restaurar, reactivar, impulsionar e estão a consegui-lo!

….claro está falta muitissimo….pode-se ver nessa foto de um dos mercados….logo por azar o que dá as boas vindas a quem chega pela estrada de Luanda.

Anúncios

Entry filed under: estórias d`Angola, Jornadas e descaminhos, Uncategorized.

Vai ser Margarida O jeito que eu tenho para a bricolage

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Trackback this post  |  Subscribe to the comments via RSS Feed


Categorias

Blog Stats

  • 64,771 hits

%d bloggers like this: