Miguel…..a bilha desaparecida e o kimbundeiro

Abril 1, 2006 at 12:08 pm 3 comentários

Este é o miguel…..é o meu filho aqui na banda!

….a adopção do miguel foi uma coisa absolutamente involuntária, como tudo o que me acontece. Quando comecei a trabalhar aqui na espaços em Luanda entregaram-me para andar nas minhas voltinhas uma carrinha da empresa e como precisava de alguém que a lavasse procurei os meninos aqui da rua…..são os lavadores de carros, uma especie de ocupação de onde os meninos de rua conseguem tirar umas coroas para tentarem não passar fome, é uma das mil e uma formas de sub-emprego de que vive a economia e sobretudo a população angolana.

Os meninos aqui da rua acabaram por ficar todos meus filhos mas enfim, isso é outro promenor.

….então ao procurar os meninos o primeiro que me apareceu foi o Miguel, expliquei-lhe afincadamente a meneira esquesita como gosto das minhas cenas e o que estava disposto a pagar…..” são trezentos Kza quando me lavares por fora, tens de limpar aqui e acolá e etc….quando te entregar a chave é para limpares por dentro e ai pago quatrocentos Kza, usas este pano….não ficas com ele!….usas só para limpar o meu carro e arrumas o pano aqui nesta parte quando acabares…..tens de limpar com produto, vamos ali comprar o produto, é para ficar sempre no carro, não levas o produto Miguel, tá bém?”….disse que sim a tudo, fiquei até a pensar se não sabia dizer outra palavra…..ainda hoje é assim….” sim Pedro, sim …..sim”

Aquilo correu bem durante uns tempos….até que o meu amigo Canha vei conversar comigo sobre o Miguel. O Canha para quem não sabe é o português mais Angolano do mundo, é um português dos antigos….empedrenido como eu…nunca quis ter nacionalidade Angolana, prefere ser como ele diz ” e-s-t-r-a-n-g-e-i-r-o, rsidente!!”…anda por cá à mais de trinta anos, nunca de cá sai a não ser no Natal para ir ver os netos a Vila Franca de Xira e é um dos meus grandes amigos daqui e de qualquer lado…é uma homem dos melhores que já se viu….do alto dos seus 64 anos veio me falar do Miguel….” o miudo pá é de familias de confiança, o problema é que parece que está cá sozinho….quem o ajudava era o henrique e a maria mas agora foram lá para cima e ele não tem que lhe valha!” ….eu percebi o mesmo da conversa que voçês….não fazia ideia quem era maria ou henrique, muito menos o que era esse vago lá para cima e sobretudo não percebia em que medida é que o facto de o miudo ser de familias de confiança, de estar sozinho e de não ter quem lhe valesse ia alterar a maneira como o meu carro devia ser limpo.

….meia hora depois desta abertura a conversa chegou ao seu ” climax” ao ponto alto á cena final, á sua resolução e ao seu objectivo….” devias pôr o teu filho na escola!”

ou seja em meia hora ganhei um filho, propinas de escola, uma responsabilidade social…..perdi a prazo o meu lavador do carros….enfim….o diabo a quatro!

Só mesmo o canha para me meter nestes trabalhos. Chamei o Miguel e perguntei-lhe das coisas que o canha me tinha dito….” sim, sim, sim”….tudo sim.

Hoje o Miguel trabalha aqui na espaços….foi o Tiago que o meteu cá…..arranjamos uma senhora, que é ex-namorada do Pi, o meu braço direito, que lhe faz as refeições…três por dia….o que tem feito crescer o miudo…..eu tenho a competência de lhe pagar o candongueiro para vir trabalhar e de lhe dizer que não pode comprar uma mota porque além de não ter dinheiro é perigoso….arranjamos-lhe o bilhete de identidade e agora finalmente vai entrar para a escola. Em vês de um Pai arranjou 44 pais e mães que é o numero de funcionários aqui na espaços. Eu continuo a ser o Pai oficial o que significa que todos lhe vão encomendando sermões mas quando ele começa a entortar me chamam a mim…..o claro é uma chatisse que eu dispensava mas que não tenho hipotese porque quem me arranjou o trabalho foi o Canha.

….ora bem!….no sábado passado o miguel chegou aqui com umas calças de ganga e uma t-shirt novas….o que me alegra sempre….trazia também uma cara diferente…..parecia aquela cara de timidez e preocupação que me costuma custar cem kuanzas, mas também com uma expressão de vitória ….de autoconfiança.

….” então miguel?….o que que é que sucedeu?”…..eu ainda sou dos que gosta de facilitar essas conversas e sobretudo chateiam-me os rodeios, os preliminares das conversas.

….acusaram-me de roubar, bateram-me muito….. lá no bairro eu outro menino….a botija estava lá no quê….e desapareceu, agora fui lá com a familia e vamos bater….porque o kimbundeiro deu negativo…..eu não fui eu….juro que não fui pedro ….e o kimbundeiro deu negativo….agora teem de me dar o dinheiro.”

….pois….eu também fiquei assim…..sem perceber metade e a pensar em quanto é que aquilo me ia sair.

“… bom vamos lá a ver aqui uma coisa!….o menino roubou alguma coisa?” …. ” não fui pedro”….. “então o que é que se passou?”……” acusaram a mim de roubar a botija”…..primeira pista uma botija…..” qual botija?”…..” uma do gás…que tava lá no quê!”….hum, botija de gás, vai-me custar mil kwanzas…..” e o miguel o que é que fez?”….” eles bateram pedro, bateram muito….mas eu não fui eu!”….. “… e depois o que é que aconteceu?”….” depois eu paguei 2000 no kimbundeiro para mostrar que não fui eu”….” mas que raio é um kimbundeiro?”…..” é a tradição, ele pôe uma pedra no olho e se entrar é porque tá a mentir, e a minha pedra não entrou a minha pedra caiu, eu sou inocente….e agora tenho de ir lá com a familia para bater neles, é o meu direito”.

Bom, esta parece que é mesmo a tradição.

Como está inocente tem de ir bater neles porque também levou umas lambadas. O tal kimbundeiro parce-me uma autoridade inquestionável o que me deixa mais descansado porque pensava que não existiam autoridades inquestionáveis em Angola para além do Presidente.

A única coisa que faltava era averiguar o que é que me tocava…..se era ir bater na vizinha precipitada do miguel ou se tinha de entrar com algum!

Á cautela começar a explicar ao Miguel que não era bom essa violência toda….que se o problema estava resolvido que não havia necessidade de estar agora a bater em ninguém….até porque se ele não tinha gostado de levar também não devia fazer isso aos outros…..” sim pedro”…traduzido quer dizer ” este branco tem uns habitos estranhos, é melhor dizer que sim”… depois perguntei se ele precisava de alguma coisa minha.

Foi ai que percebi que vinha buscar o fim de semana.

Ora bem, o fim de semana que para muita gente é o conjunto de dois dias de descanso no final de um conjunto de cinco a fazer o contrário, para o miguel é uma nota vermelha que costuma estar na minha carteira ao sábado de manhã. Tinha razão aquilo ia-me custar mil kwanzas.

….” então vai lá descansado mas não vás bater em ninguém miguel”

É assim que se fazem as coisas aqui….é assim que eu me entretenho em angola quando não estou a trabalhar.

pmc

Anúncios

Entry filed under: estórias d`Angola, Uncategorized.

Os meus dilemas….e as chatices que me arranjam!! Transporte ? … sem duvida público

3 comentários Add your own

  • 1. sandro  |  Agosto 28, 2006 às 12:56 pm

    adorei as suas estorias e fotos do lobito.Em dezembro tou na banda . um abraço

    Responder
  • 2. pedromoraiscardoso  |  Agosto 28, 2006 às 6:08 pm

    Granda sandro cá te espero….obrigado pela força

    Responder
  • 3. maria  |  Agosto 29, 2007 às 9:30 am

    tantas leituras se podem fazer desta estória, mas há uma delas que eu quero fazer: o Pedro tem a mania que é um durão, mas no fundo é um lamechas de bom coração, um bom tipo, género rezingão doce.

    Responder

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Trackback this post  |  Subscribe to the comments via RSS Feed


Categorias

Blog Stats

  • 65,041 hits

%d bloggers like this: