As minhas idiossincracias…

Janeiro 19, 2006 at 9:02 pm Deixe um comentário

Diz parates…..dispa rates….dispara(s)-tes?!?


Esta e a minha nova caneca de beber café…..aparentemente é uma coisa sem importancia….no entanto, no entanto…para certas pessoas isto e um objecto da mais alta estima. A caneca que nós, os que bebemos café de uma forma assustadora, utilizamos, é um objecto precioso.

Uma chavena é insificiente e sobretudo não dá jeito nenhum, porque nós bebemos café em todo o lado…de uma forma comprazida e sucessiva…fazêmo-lo sobretudo em casa, em todas as divisões e em todas as ocasiões…sobretudo de manhã e tarde e também de noite. Quem entra na minha casa, por exemplo agora mesmo…..vai encontrar dois destes exemplares, um deles no armário da roupa e outro na prateleira de apoio ao espelho da casa de banho.

Isto acho que ilustrativo.

A caneca de café é um amigo indefectivel…está sempre ali ao pé e cumpre sempre a sua parte nos momentos dificeis como nos faceis…é uma amigo como eu gosto! incondicional. Nunca vi a minha café dizer…”não te acompanho hoje porque ontem não me lavaste!!”.

Esta malta do café é como um “clube” inglês…quase secreto, pelo menos discreto…e que se destingue por pequenos sinais inviseis á maioria da população, mas nós sabemos quem somos quando nos encontramos….uma vez estava em casa de já não sei quem e de repente perguntam se alguém quer um café?….responderam que sim 4 ou 5 pessoas, mas quando a dona da casa voltou a dizer que não tinha açucar…..fomos dois que o bebemos…..olhei para o camarada e ele para mim ” …tu és!”. Uma vez aqui no mussulo em casa dos tios do tiago, andava eu desesperado de roda da cozinha a espreitar a ver se via sinais de esperança…entrou um dos tios….tinha acabado de chegar….pousou as malas…..foi para cozinha com uma mochila….passou por mim….abriu aquilo e sacou de lá uma magnifica caneca castanha, larga e pesada!…”Prevenido!”…saiu-me da boca, ele riu-se e disse em surdina “…não precisa de beber desse que ai anda de misturar na chavena!…também há do outro….do nosso”..não se falou de canecas…cada um tem a sua e não volta a dar-lhe. Foi dos melhores fins de semana que lá passei. Em minha casa de santos uma vez entrou uma amiga do magalhães na cozinha de manhã a pedir café…”…só tenho este que sobrou de ontem!!” …a resposta não deixava muita margem mas a miuda não vacilou “….se não te importasses….é que me apetecia mesmo!”…isto entre nós não tem mal, a unica coisa que me deixou chateado foi não ter percebido logo que ela das nossas senão tinha sido mal educado primeiro que ela.

…e é assim que somos. mesmo!

Ora então…a decisão de todos os dias tomar café na mesma caneca e uma coisa que nao deve ser substimada, por isso ela deve submeter-se a determinados criterios que variam de cafeinómano para cafeinómano. Para mim uma caneca de beber café deve ser;

Primeiro – bonita, um estilo sobrio sem grandes cores para não me irritar de manhã, deve passar despercebida….ser elegante.

Segundo – Suficientemente pesada para não me chatear quando ainda estou a sofrer a dormência do corpo de manhã cedo.

Terceiro – Ter uma asa espessa, gosto de agarrar na asa, de sentir a sua curvatura e quando levanto a caneca em direcção á boca o polegar tem tendência a escorregar em direcção ao corpo central da caneca e isso faz com prefira asas sem rugosidades, sem asperezas.

Quarto – não pode ser fechada!…fechada no sentido de ser direita da base ao topo. Não gosto, o que gosto é que abra ligeiramente de tal maneira que sentado consiga ver se ainda tem café sem ter de me mexer….deixa-me tranquilo.

Estas são as minhas regras outros terão outras como por exemplo ter o interior branco para se notar, por contraste, o castanho forte do café. Enfim….cada um tem sua, mas certamente temos todos uma.

Esta que aqui se vê….é a minha, estreou-se no outro dia com sucesso e por ali vai ficar uns tempos até se partir ou coisa parecida. Nessa altura eu “posto” mais uma coisa destas em homenagem ao seu desaparecimento e aos fabulosos serviços prestados á tranquilidade doméstica deste inveterado e inquebrantável cafeinómano.

pmc#2005

Entry filed under: Uncategorized. Tags: .

113741959306774183 113855267457805948

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Trackback this post  |  Subscribe to the comments via RSS Feed


Categorias

Blog Stats

  • 62,851 hits

%d bloggers like this: